Capitalismo selvagem – Pe. Lambert Noben – MO

Menu

Capitalismo selvagem – Pe. Lambert Noben – MO

CAPITALISMOO pior vício é a ganância desmedida alimentada pelo corrupção; o viciado em droga ou álcool destrói apenas a se mesmo, talvez à sua família; quem está com o vício da ganância e da corrupção estraga a vida, a saúde, o estudo de milhões de pessoas, ele gera filas intermináveis de mendigos, moradores de rua aos montes, gera desespero, fome e miséria sem fim para seus compatriotas.

O que nosso pais está vivendo hoje mostra a perversidade o reino do dinheiro, do capitalismo selvagem. Quem deveria governar nos deveriam ser pessoas honestas, éticas, as quais querem o bem do pais, da nação e de todos os moradores desta imensa pátria, tão rica e bonita por natureza. Mas o que constatamos todos os dias a traves dos meios de comunicação social? Estamos assistindo ao desmantelamento de todas as nossas instituições pela ditatura do dinheiro. Não são mais as pessoas que estão dirigindo nosso pais, mais é o dinheiro que está dominando as pessoas. A vontade jamais satisfeita de “ter cada vez mais” faz de muitos de nossos governantes, magistrados, políticos, banqueiros e industriais ladrões, mentirosos, corruptos, acusando se mutuamente e desmentindo que jamais praticaram algum ato ilícito. É o que acontece quando se considera o dinheiro o único valor, o deus verdadeiro, e sobre o altar deste deus se sacrifica as pessoas, os princípios morais e éticos. Com dinheiro grosso se abra todas as portas, consegue se poder e com poder consegue se mais dinheiro e mais poder para roubar mais. A ganancia não tem limites, quem tem muito quer cada vez mais, a impunidade incentive a arriscar cada vez mais, a gente nem quer saber qual estrago que fazemos na sociedade e no meio ambiente “desde que eu esteja lucrando.”

O capitalismo não pode dominar o mundo, o país, a nação, as pessoas. O valor maior no mundo não é o dinheiro mas a pessoa humana, todas as pessoas humanas e a terra onde moram. Dinheiro é um valor falso, mentiroso, que transforma pessoas em monstros, assassinos, opressores, corruptos, traidores que por dez reais são capazes de matar alguém. O sede de lucro fácil de alguns poucos tira de outros milhões os direitos fundamentais de uma vida digna. Jesus já dizia que não se pode servir a dois senhores, a Deus e ao dinheiro, diríamos hoje servir ao mesmo tempo a vida humana e ao dinheiro. Ou você sacrifica seu dinheiro para promover a vida ou você sacrifica a vida para aumentar sua fortuna, seu lucro. O miséria, as doenças, as guerras, as desigualdades sociais, a fome são tantos filhotes de capitalismo selvagem, onde se prefere seu lucro fácil e ilimitado à vida e dignidade de seu irmão.

Todos nós somos um pouco capitalista porque egoístas. Claro que não temos caixas e malas cheias de dinheiro, mas mesmo assim preferimos nosso lucro injusto à saúde, à vida, à dignidade de nosso irmão pobre. Todos nós  precisamos nos converter aos valores  evangélicos da partilha e da solidariedade e lutar juntos por um mundo justo e fraterno para todos.

Texto Escrito pelo Pe. Lambert Noben MO – Padres do Trabalho lambertnoben@gmail.com