Soneto da Imaculada

Menu

Soneto da Imaculada

 

rezemos-o-oficio-da-imaculada-conceicao“Mãe verdadeira, eu sou de um Deus que é filho.

E dele filha sou, bem que sua Mãe
Ao eterno gerado, mas meu Filho.
Bem que, nasci no tempo, sou sua Mãe.
Ele é meu Criador, mas é meu Filho,
Sua criatura sou e sou sua Mãe!
Prodígio foi divino ser meu Filho
Um Deus eterno que me faz sua Mãe.

Comum quase o ser a Mãe e ao Filho
Porque do Filho teve o ser a Mãe
Como da Mãe teve seu ser o Filho.

Ora, se o ser do Filho vem da Mãe
Ou se dirá que foi manchado o Filho
Ou que sem mancha é a Mãe!”

autor desconhecido

Lordinha – lourdina_rocha@yahoo.com.br